domingo, 21 de outubro de 2018

Teoria: Ainda existem episódios inéditos com dublagem Maga?

    Todos sabemos que o Multishow comprou Chaves e Chapolin e está dublando episódios inéditos. No entanto, os fãs esperavam muitos inéditos com dublagem original, do estúdio Maga. Isso acabou resultando em uma grande desilusão, porque foi anunciado por Gustavo Berriel (dublador do Senhor Barriga) que apenas dois episódios inéditos chegaram com dublagem original. Um deles já foi ao ar, e se chama "Por uma fatia de melancia / A explosão" (Link: INÉDITO COM DUBLAGEM MAGA) e o outro ainda não foi ao ar e não se sabe qual é, apesar de haverem muitas suposições. Mas os fãs criaram a seguinte teoria: a Televisa não enviou todos os episódios com dublagem Maga, e essa teoria é praticamente confirmada.

    A teoria diz que: O SBT, em 2013, enviou os semelhantes editados para irem ao ar, sem a abertura, mas com a esquete (perdida ou inédita) dublada. Não mandaram também todos os semelhantes de Chaves, mas estes vieram com abertura. Aí o SBT teve uma parcela de culpa.

    Mas a Televisa tem 75% da culpa nessa história. Por quê? Ainda nessa teoria, afirma-se que o SBT enviou todo o material para a Televisa em 2003, após a digitalização das fitas. Nesse envio, foram aberturas dubladas e todo o tipo de regalia, incluindo o lote velho. Quando as cópias chegaram na Televisa, elas passaram por uma "remasterização", incluindo um Noise Reduction que estragou o áudio de quase todos os episódios. Também mixaram as cópias em português com o lote mais recente na época. Até aí tudo bem.

    As séries passaram na TV Paga, mas houve um problema: cópias com lote novo, noise reduction e só comuns, sendo que mencionaremos o motivo dos semelhantes não terem vazado mais tarde.

    Em 2012, o SBT voltou com os "episódios semelhantes" (na época chamados de perdidos pelos fãs), mas havia um problema: eles não podiam ir para a TV Paga até 2015.

    Eduardo Gouvea, falando do pacto entre a Televisa e o SBT sobre os episódios semelhantes: "A Televisa possui a dublagem de TODOS os episódios que o SBT mandou fazer. Mas espera... Se a Televisa tem tudo, porque não distribui? E a resposta é simples: o SBT tem um acordo com a Televisa para que os episódios semelhantes não vazem antes de irem ao ar na primeira citada. Até aí, dá até para entender. Foi o SBT quem mandou fazer e pagou as dublagens. Nada mais justo. O problema está e dois fatos: o primeiro é que esse acordo foi feito em 2007. Ou seja, além de não exibir esses episódios no SBT, que foram dublados há mais de vinte anos, está prendendo a distribuição por parte da Televisa, há sete anos. Se não fosse por esse acordo, esses episódios poderiam ter sido distribuídos para o Cartoon Network em 2010 e os mesmos já poderiam estar no Youtube. E ainda há algo mais complicado (para não dizer grave)... A TLN recebeu os episódios de Chaves em 2013, mas não exibiu por questões legais. Mas os semelhantes do Chapolin estão presos."

    O que aconteceu depois foi que: a Televisa deu até 2015 pro SBT utilizar livremente as suas raridades e, depois disso, as usariam livremente. Chega 2018 e o Multishow compra as séries. Utilizaram livremente das raridades... que o SBT enviou remendadas em 2013, tanto de Chaves como de Chapolin. E, sendo a Televisa desorganizada como é, não envia todos os episódios com dublagem Maga. Veja os que faltaram (sendo que a maioria foi recuperada em português):

Episódios redublados e exibidos:

Chaves
#3. Moedas / Os dois ladrões / Dando bolo
#4. A troca / O dedo-duro / O surto de catapora
#5. Ladrão que rouba ladrão / Remédio duro de engolir / Quem semeia moeda
#14. A bola / Por uma mulher formosa / Grito de independência / Este varal é meu!
#24. Bebês versus compras
#49. Como sujar uma roupa de festa
#50. As férias dos folgados / A casinha do Chaves
#56. O vendedor de refrescos - parte 1
#61. Uma lição de boxe
#68. Uma refeição indigesta / Natal, noite de paz
#82. Viva a independência!
#84. Uma troca muito justa - parte 3
#90. O dia internacional da mulher - parte 1
#92. O namoro do Seu Madruga - parte 3
#102. O banho do Chaves
#104. Os insetos do Chaves

Chapolin
#19. Para fugir da prisão
#23. A autópsia / A casa de chá do luar de 8 de agosto de 1984
#93. Quer apostar como nunca mais eu entro em uma aposta?
#156. Os assaltantes de banco / O mistério do Mandarim Celeste

    Algumas observações sobre estes episódios que não chegaram em português:
- Em Chaves, não conseguiram recuperar o #3, #5, #50 e #56. Os outros passaram com dublagem original. Redublaram o #49 e o #68, mas foram ao ar com dublagem Maga. A dublagem SDVC do #49 foi para o Play e a do #68 permanece (e permanecerá inédita).

- Em Chapolin não conseguiram recuperar o #93 e o #156. O #93 tinha seus sete minutos finais inéditos com dublagem Maga e o episódio inteiro foi redublado. O #156 tem sua esquete com dublagem Maga inédita, e a dublagem SDVC ainda irá ao ar. Infelizmente, o Multishow não conseguiu recuperar, mas quem sabe no próximo ciclo?

    O que apareceu (e provavelmente aparecerá) de inédito com dublagem Maga foi o seguinte:

#1. Um boneco muito vivo
#4. Ator de araque
#5. Por uma fatia de melancia / A explosão
#8. A fuga / Visita ao museu
#9. Doutor Chapatin
#11. Encontro às escuras / Garçom desastrado
#92. Atrasado para o jogo
#96. Cristóvão Colombo
#104. Don Juan Tenório
#155. O boxeador ferido
#160. Um paciente, pelo amor de Deus!
#163. Um jantar complicado
#185. O poste de luz
#196. Nos deixe filmar!
#202. Não foi pênalti!

    E falta só um episódio com dublagem Maga. Não se sabe qual é, mas eu chuto...

#232. A incrível história de Juleu e Romieta - parte 2

    Mas não termina por aí: os fãs tem CERTEZA de que tem material inédito da Maga. Tanto que não apareceram todos nem do Chaves, imagine do Chapolin...

    O que EU acho: eu acho que, se ainda houverem, não são muitos. Quando muito uns 10, e temos relatos e (meio que) provas de alguns:

#14. A lata de suco / Trapaças no restaurante / O índio pele vermelha - dizem que apareceu no final dos anos 80 no SBT.
#58. O anel mágico - disseram a data dessa versão no lugar da data da versão de 1978 no SBT Videos, e pegavam a data das fitas.
#62. Precisamos fechar! / Não me amole, mosquito! - dizem que apareceu em chamadas no SBT.
#115. O roubo da múmia - dizem que apareceu em chamadas no SBT.
#118. Quem disse que Sansão não tinha um jeito de tonto? - dizem que foi exibido no SBT em 1996.
#230. Quer apostar como eu ganho essa aposta? - disseram a data dessa versão no lugar da data da versão de 1975 no SBT Videos, e pegavam a data das fitas.
#239. A história de Cleópatra - O SBT tem uma fita com as datas "2 y 9 mayo 79". Em 09/05/1979 foi exibido o episódio em questão inedito, e o episódio de 02/05 tem dublagem Maga 1984.



    Mas, na minha opinião, não perdemos muito, porque temos a SDVC, uma dublagem à altura da MAGA. E, com isso, concluímos que:

A culpa da Televisa foi: Não resgatar as fitas de 2003 para dar ao Multishow por preguiça.
A culpa do SBT foi: Ter devolvido as fitas todas remendadas ao distribuidor.

sábado, 29 de setembro de 2018

Notícias sobre a exibição de CH no Multishow + Campanha #DublaTudoMSW

    Em duas semanas, acabaram anunciadas quatro novidades: o Multishow adquiriu dois episódios perdidos, fora do catálogo da Televisa, para exibir nos próximos meses, Mário Lúcio foi contratado para as produções musicais, Nelson Machado encerrou as séries clássicas e (infelizmente) só serão dubladas quatro músicas.

    1 - Os episódios perdidos adquiridos pela Globosat

    Futuramente serão exibidos dois episódios que não estão no catálogo da Televisa desde os anos 80/90. Eles já tem dublagem Maga e um deles é exibido normalmente pelo SBT. Trata-se de "Um festival de vizinhos - parte 2" ("O cão arrependido", "Os sapinhos", "As Aventuras do Jeca Valente" e "Mamãe Querida"), exibido normalmente pelo SBT, e "Doutor Chapatin e o contrabando / Com essas pulgas não se brinca de pula-pula", que não é exibido desde 2011 pela "Outra Emissora".
    Ainda não se sabe quais fitas irão ao ar (SBT ou Televisa), nem se terá áudio original, mas o de Chaves tem previsão de ir ao ar no dia 10/10, então as dúvidas serão sanadas. A Globosat ainda tenta conseguir outros perdidos com a Televisa, e esses dois acabam abrindo caminho para mais episódios ainda.

    2 - Nelson Machado terminou de dublar Chaves

    Nelson Machado anunciou recentemente que terminou os seus trabalhos de dublagem em Chaves. É a primeiríssima vez que a série é completada aqui no Brasil, e ficamos felizes por isso. Muito obrigado pelo belo trabalho, Nelson (se um dia você ler isso).

    3 - Mário Lúcio de Freitas foi contratado para a dublagem dos clipes

    Mário Lúcio de Freitas, que fez os arranjos musicais na época da Maga, foi chamado para fazer as produções musicais dos clipes dos episódios inéditos. Uma ótima notícia, e o elenco dos clipes, aparentemente, será:

    Daniel Muller - Chespirito
    Sarah Regina - Florinda Meza
    Mauro Ramos - Rubén Aguirre
    
    4 - Mas como nem tudo são flores...

    Nós (Jônatas Holanda, do Chespirotadas, Igor Borges e eu) estamos impondo uma hashtag chamada #DublaTudoMSW, que insiste na dublagem de TODOS os clipes da era clássica, porque não há chance melhor do que essa, de dublar tudo. Vão dublar os seguintes clipes:

    Ouça Bem, Escute Bem (Oyélo, Escúchalo!) - Daniel Muller
    A Uva Passa (La Ciruela Pasa) - Daniel Muller
    A Caranguinha (La Carcachita) - Daniel Muller
    Amigos Palhaços (Los Payasos) - Daniel Muller

    Mas era de nosso desejo que dublassem este e os seguintes:

    Joga a Mala e Foge (Taca la Petaca) - Daniel Muller e Mauro Ramos

    O Chapolin Colorado (El Chapulín Colorado) - Daniel Muller e Coro Feminino

    Conto de Fadas (El País de la Fantasia) - Mauro Ramos e Coro Feminino

    Tchuim Tchuim Tchum Clain (Churi Churi Fun Flays) - Alexandre Marconatto, Luiz Carlos de Moraes, Gustavo Berriel, Mauro Ramos, Carlos Seidl e Nelson Machado

    Carretelzinho (Cácaro) - Carlos Seidl e Coro Feminino

    Ansiosos Para Navegar (Ansiosos de Navegar) - Mauro Ramos, Nelson Machado, Gustavo Berriel e Coro de Fundo

    Irmão Francisco (Hermano Francisco) - Daniel Muller

    Não Vão me Acreditar (No me lo van a Creer) - Daniel Muller

    Campeão (Campeón) - Daniel Muller

    Joga a Mala e Foge (La Sotaca) - Daniel Muller e Mauro Ramos (1979)

    O Pato e a Tulipa (La Pata y el Tulipán) - Sarah Regina

    Entrem na campanha e faremos com que o Multishow duble TUDO e deixem os anos 70 completinhos.

quinta-feira, 6 de setembro de 2018

A história de Chespirito no Brasil, parte 3: Clube do Chaves no SBT - a desordem e o fracasso




Chespirito: Programa de variadas esquetes protagonizadas por Roberto Gómez Bolaños. Foi realizado durante 15 anos, entre 1980 e 1995.
Quadros: Chaves, Chapolin, Chaveco, Pancada Bonaparte, Doutor Chapatin, Chespirito, La Chicharra, Dom Caveira, Cidadão Gómez, O Gordo e o Magro e Chaplin.
Elenco: Roberto Gómez Bolaños, Florinda Meza, Rubén Aguirre, Edgar Vivar, Ramón Valdés, Raul "Chato" Padilla, Angelines Fernández, Horácio Gómez, Maria Antonieta de las Nieves, Benny Ibarra, Arturo Garcia Tenorio, Ramiro Orci, Roberto Gómez Fernández, Carlos Pouliot, Anabel Gutiérrez, Maricarmen Vela, Moisés Suárez, Paulina Gómez, Juan António Edwards, Arnoldo Picazzo.

    Como vimos no capítulo anterior, em 1998, o SBT comprou o Programa Chespirito, que antes foi exibido pela CNT com dublagem BKS, que foi toda redublada pelo Gota Mágica, que redublou tudo entre 1998 e 1999.
    Porém o programa só foi estrear em 2 de junho de 2001, mas há quem diga que antes, o programa foi anunciado com outra dublagem, e que no lugar acabou passando a série "Mortal Kombat: A Conquista".

    Mas em 2001, finalmente a série foi anunciada:

    Mas a série não recebeu o nome original: "Chespirito", e virou "Clube do Chaves".

    Como dito anteriormente, o Clube estreou no dia 02/06/2001, exibido aos sábados, a partir das 13h, e era exibido durante vários blocos durante a tarde.
    Só no primeiro dia, a exibição foi assim:

13:00 Dose Dupla

13:30 Clube do Chaves
Chaves: Aula de comunicação (1992)
Dr. Chapatin: O morto vivo (1993) - Exibido só o primeiro bloco.
Chapolin: Que cachorrada, cunhado! (1991)
Pancada: A arca de Noé (1995)
Chaveco: E o passado te condena (1995)

14:30 Mortal Kombat: A Conquista

15:20 Clube do Chaves
Chaves: Me dê uma luz! (1991)
Chaveco: Um dia no zoológico (1995)

15:35 Guardiões da Eternidade

16:25 Clube do Chaves
Dr. Chapatin: O gato e o buldogue (1991)
Pancada: Pequenas figurinhas, grandes negócios (1995)

16:40 Vingança Ilimitada

17:30 Clube do Chaves
Chapolin: Assinatura do bilhete premiado (1991)
Chaveco - Hidrofobia generalizada (1995)

17:45 Crusade

18:35 Clube do Chaves
Chaves: Enfermeiros trapalhões (1991)

18:50 Direito de Nascer

    Só de ver isso, já pode ser perceber que os programas não eram exibidos certos, com os programas de 40 minutos em ordem.

    O SBT fez algo péssimo: Desmontou os programas, separando só os esquetes de 10 minutos, e alguns de 20 minutos. Apenas os seguintes episódios de 40 minutos foram exibidos pelo SBT:

P7 - Dormindo com a inimiga
P11 - A volta dos vivos-mortos
P34 - Isto é um hotel ou um manicômio?
P37 - O dia da criança
P49 - Enfrentando o lobisomem
P74 - O mestre dos disfarces
P82 - Vamos jogar buraco? Ou melhor; vamos nos jogar dentro do buraco?

    Por essa razão, fizemos uma listagem, nos inspirando na ordem que o SBT exibiu nas 3 exibições: 2001/2002, 2006/2007/2008 e 2017. Ela está abaixo:

#1 - Chaves: Aula de comunicação (1991)
#2 - Dr. Chapatin: O morto vivo (1993)
#3 - Chapolin: Que cachorrada, cunhado! (1991)
#4 - Pancada: A arca de Noé (1995)
#5 - Chaveco: E o passado te condena (1995)
#6 - Chaves: Me dê uma luz! (1991)
#7 - Chaveco: Um dia no zoológico (1995)
#8 - Dr. Chapatin: O gato e o buldogue (1991)
#9 - Pancada: Pequenas figurinhas, grandes negócios (1995)
#10 - Chapolin: Assinatura do bilhete premiado (1991)
#11 - Chaveco: Hidrofobia generalizada (1995)
#12 - Chaves: Enfermeiros trapalhões (1991)
#13 - Chaves: Temperos indigestos (1991)
#14 - Chaveco: Atentado ao pudor (1990)
#15 - Dr. Chapatin: Luz, câmera e confusão! (1991)
#16 - Pancada: Esse morto é muito vivo (1995)
#17 - Chapolin: O pequeno grande artista (1990)
#18 - Dr. Chapatin: Comendo e padecendo (1995)
#19 - Pancada: Romeu e Julieta, um romance de dar pena (1990)
#20 - Chaves: Aula de música (1992)
#21 - Chespirito: Vendendo e aprendendo (1994)
#22 - Dr. Chapatin: O boxeador (1992)
#23 - Pancada: Os maluquinhos na televisão (1991)
#24 - Chapolin: O caso do bilhete premiado (1991)
#25 - Chapolin: Balas, pra que te quero?!
#26 - Pancanda: Bombeiro da boca pra fora (1990)
#27 - Chespirito: O bar que fecha só depois do último cliente... isto se ele for embora, é claro! (1994)
#28 - Dom Caveira: Um muito vivo (1994)
#29 - Chaves: Alguém tomou um chapéu (1990)
#30 - Chaveco: Como ganhar dinheiro dando algumas voltinhas (1995)
#31 - Chapolin: A chave do problema (1990)
#32 - Pancada: O amigo invisível (1991)
#33 - Dr. Chapatin: Médico bom pra cachorro (1994)
#34 - Chaveco: Seu pedido é uma ordem! (1995)
#35 - Chaves: Objetos emprestados (1991)
#36 - Dr. Chapatin: Não dê pérolas aos velhos (1995)
#37 - Chaves: O sanduíche da paz (1991)
#38 - Dr. Chapatin: Meu reino por uma mosca (1995)
#39 - Chaveco: O guarda-chuva vai cantar (1995)
#40 - Dom Caveira: Esses velhinhos são de morte (1994)
#41 - Chapolin: A enrascada do ventríloquo (1991)
#42 - Dr. Chapatin: Um ás no volante (1994)
#43 - Pancada: A vida está pela hora da morte (1994)
#44 - Chapolin: As memórias do velho capitão (1991)
#45 - Chaveco: O grande prêmio (1995)
#46 - Chespirito: Dom Quixote e Sancho Pança (1995)
#47 - Chaves: O exame de recuperação (1990)
#48 - Chaves: Aula de história (1990)
#49 - Chaveco: Um roubo ou uma pendura? (1993)
#50 - Dr. Chapatin: O velhinho está assanhado (1990)
#51 - Chespirito: O bêbado e a casa maluca (1995)
#52 - Chapolin: O plasma vital corre perigo (1991)
#53 - Chapolin: Atirei o pau no gato! (1991)
#54 - Pancada: As memórias de Xarope Holmes (1991)
#55 - Dom Caveira: A emprega da viúva (1994)
#56 - Chespirito: E naquele intervalo das gravações (1994)
#57 - Chaves: Quem lê sabe mais (1990)
#58 - Chaves: O bolo que deu bolo (1990)
#59 - Dr. Chapatin: Caiu na rede, é peixe! (1995)
#60 - Chaveco: A rifa (1995)
#61 - Chespirito: O bêbado e a porta (1994)
#62 - Pancada: Brincando de assaltante (1995)
#63 - Chapolin: A invasão dos duendes (1991)
#64 - Dr. Chapatin: Esse bebê é o cão! (1995)
#65 - Chespirito: Um vendedor muito insistentes (1994)
#66 - Pancada: Uma oficina muito louca (1995)
#67 - Chaveco: Isto é malhação ou é malho? (1992)
#68 - Chapolin: Sob o domínio de um relógio (1990)
#69 - Chaves: O tiro saiu pela culatra (1991)
#70 - Chaveco: Uma queixa sem pé nem cabeça, digo... sem palmilha (1992)
#71 - Dr. Chapatin: Uma secretária boa, digo... uma boa secretária (1994) Homessa!!!
#72 - Chespirito: O marinheiro enjoado (1991)
#73 - Pancada: A denúncia (1992)
#74 - Chapolin: O juiz de paz... e cheio de amor pra dar! (1990)
#75 - Chapolin: O mistério da velha mina abandonada, da época do século XVII, e que está a ponto de desmoronar (1990)
#76 - Cidadão Gómez: Cantinflas no céu salva um casamento na Terra (1990)
#77 - Chaveco: Mendigos ou malandros? (1990)
#78 - Dr. Chapatin: O consumista (1994)
#79 - Chespirito: O confronto dos coronéis (1995)
#80 - Chaves: Aula de desenho (1992)
#81 - Pancada: Toda bela tem um tio que é uma fera (1990)
#82 - Chaveco: Uma janela mais do que indiscreta (1991)
#83 - Dr. Chapatin: Quem não quer subir na vida? (1995)
#84 - Chespirito: Até tu, Brutus? (1994)
#85 - Dr. Chapatin: Pegando um cineminha (1991)
#86 - Chaveco: Esse gordo é uma fera (1992)
#87 - Chapolin: Salvem o meu bebê! (1991)
#88 - Dom Caveira: A viúva e os touros (1994)
#89 - Pancada: Uma paixão meio esquisita (1995)
#90 - Chaveco: Não roubarás! (1990)
#91 - Pancada: Os maluquinhos vendem flores (1991)
#92 - Chaves: Aula de inglês (1992)
#93 - Chespirito: Fausto, de Goethe (1994)
#94 - Dr. Chapatin: Acudam o toureiro! (1990)
#95 - Chespirito: Baile a fantasia, digo, barraco a fantasia (1995)
#96 - Chespirito: O desafio de Guilherme Tell (1991)
#97 - Pancada: Loucademia Brasileira de Letras (1995)
#98 - Chaveco: Tá pensando que é o telefone da sogra?! (1990)
#99 - Chaves: Uma aula sobre Dom Quixote de la Mancha (1990)
#100 - Chaveco: Ei, você conhece o porquinho do Botijão? (1995)
#101 - Chapolin: O mestre dos disfarces (1992)
#102 - Chaves: Ajudando a Cruz Vermelha (1990)
#103 - Chaveco: Vamos jogar buraco? Ou melhor; vamos nos jogar dentro do buraco? (1992)
#104 - Pancada: Confuso amor (1990)
#105 - Chaves: O dia da criança (1991)
#106 - Dr. Chapatin: Consultas, consultas, negócios à parte (1991)
#107 - Pancada: Pancada 3x4 (1991)
#108 - Chespirito: Quem não for ao baile, dança! (1991)
#109 - Chaveco: Façam seu jogo, senhores! (1995)
#110 - Dom Caveira: A viúva alegre, digo... muito alegre (1994)
#111 - Pancada: Pânico no elevador (1991)
#112 - Chapolin: A volta dos vivos-mortos (1990)
#113 - Chespirito: Faça amor, não faça guerra (1995)
#114 - Dr. Chapatin: Paciente com dor nos rins (1995)
#115 - Pancada: A loja de encrencas (1991)
#116 - Chaves: Jaiminho desafia Seu Barriga (1991)
#117 - Chaveco: Dormindo com a inimiga (1990)
#118 - Dr. Chapatin & Pancada: Isto é um hotel ou um manicômio? (1991)
#119 - Chespirito: O governador desgovernado (1992)
#120 - Chaveco: Televisão de segunda mão (1990)
#121 - Pancada: Espelho, espelho meu (1991)
#122 - Dr. Chapatin: Operação caça-doentes (1992)
#123 - Chapolin: Enfrentando o lobisomem (1991)
#124 - Chaves: Um mundo sem fronteiras (1991)
#125 - Pancada: Ventríloquos ou ventriloucos? (1992)
#126 - Dr. Chapatin: Ei, você! Servido a lanchar com o Dr. Chapatin? (1995)
#127 - Dom Caveira: Um encontro inesperado (1994)
#128 - Dr. Chapatin: O mistério da autopsia (1991)
#129 - Chaveco: O golpe do baú (1992)
#130 - Pancada: O quartinho mágico (1995)
#131 - Chaves: O amigo invisível (1991)
#132 - Chaves: Prevenindo acidentes - parte 2 (1992)
#133 - Pancada: O acusado (1992)
#134 - Dr. Chapatin: O depósito (1995)
#135 - Chaves: Sujou, criançada! (1991)
#136 - Chaveco: Bandido por acaso (1995)
#137 - Cidadão Gómez: Meu padrinho predileto (1994)
#138 - Dr. Chapatin: Essa doeu no fígado (1992)
#139 - Chaves: Aula de higiene (1992)
#140 - Dr. Chapatin: As pacientes impacientes (1995)
#141 - Chaveco: O casamento (1994)
#142 - Chaves: Tirando a sorte grande (1991)
#143 - Dr. Chapatin: Quem sou eu? Quem é você? (1994)
#144 - Chaveco: Fugindo da polícia (1994)
#145 - Chaves: América e fenômenos (1992)
#146 - Chaveco: Ora, bola! (1992)
#147 - Dr. Chapatin: O analista que não deu pé (1992)
#148 - Panxada: Encomenda especial (1990)
#149 - Chaveco: Parabéns a você nesta data, querido (1993)
#150 - Dr. Chapatin: Uma tristeza de assalto (1992)
#151 - Dr. Chapatin: O elixir milagroso (1992)
#152 - Chaveco: Uma mulher fatal (1990)
#153 - Pancada: Essa menina é um gênio! (1995)
#154 - Chaveco: O hábito não faz a monja (1993)
#155 - Chaveco: Sargento em pedaços (1994)

#156 - Dr. Chapatin: O julgamento (1991)
#157 - Chaveco: Devo, não nego, pago quando puder (1990)
#158 - Chaveco: Esse prêmio é um Chaveco (1990)
#159 - Dr. Chapatin: O diabo que te, digo... o médico que te carregue! (1992)
#160 - Dom Caveira: O fantasma de Desdêmona (1994)
#161 - Pancada: Os mais lindos crimes de fadas, ou melhor é... contos de fraudes... não, é... Bom, você entendeu, não é? (1990)
#162 - Pancada: Cirurgiões ou trapalhões? (1990)
#163 - Pancada: Os lunáticos invadem a Terra (1990)
#164 - Pancada: Essa dupla não é sopa! (1990)
#165 - Pancada: O julgamento (1990)
#166 - Pancada: Entre coices e pancadas (1991)
#167 - Pancada: Móveis de segunda a quarta (1991)
#168 - Pancada: Que cachorrada, hein, Lucas?! (1992)
#169 - Chaveco: Há malas que vem pra bem (1993)
#170 - Chaveco: Hotel mal assombrado (1993)
#171 - Pancada: Será isto inspiração ou somente piração? (1992)
#172 - Pancada: Vamos aprender música? (1992)
#173 - Pancada: Um jogo muito louco (1992)
#174 - Pancada: Isto aqui é o paraíso!
#175 - Pancada: O hotel cinco algemas (1993)
#176 - Chaveco: Tentativa de homicídio (1991)
#177 - Chaveco: Que roubada, Chaveco! (1992)
#178 - Chaveco: Fazemos qualquer negócio (1994)
#179 - Pancada: Um estilista com muito estilo (1994)
#180 - Chaveco: Como lidar com as mulheres (1994)
#181 - Pancada: Uma intervenção bem frutífera (1994)
#182 - Pancada: Minha musa, minha paixão (1994)
#183 - Pancada: Um pecado original, digo, um cime original (1994)
#184 - Pancada: Uma mão lava a outra, digo, corta a outra (1994)

#185 - Chaveco: De boa intenção, o inferno está cheio (1992)
#186 - Chaveco: Ouro de tolo (1993)
#187 - Chaveco: Alô, quem fala?
#188 - Chaveco: Nunca é tarde para amar (1995)
#189 - Chaveco: A rifa (1992)
#190 - Chespirito: A grande viagem de Colombo (1991)

    Ao ver essa lista, não é difícil de entender que o SBT desmontou o programa. Juntando tudo novamente, podemos dizer que o SBT exibiu 76 episódios (e ainda faltando partes desses 76), do total de 194 episódios, que foram listados na atualização anterior: [VEJA A LISTA AQUI]

    Para curiosidade, as gravações de todos os episódios da lista acima nas exibições do SBT, estão no canal "Comédias Go", do nosso amigo Luis Paulo Félix, o Luis Pancada: https://www.youtube.com/watch?v=g42VE8j9z9Y&list=PLmvl5UndsPVfW2TyANXiNQc4GVUANe4h3


    Curiosidades da exibição:

- Na mudança de um quadro para o outro, o SBT exibia pequenas vinhetinhas de identificação dos quadros:







- Em 2001, os seguintes episódios foram exibidos cortados pelo SBT:
#2 - Dr. Chapatin: O morto vivo (1993)
#23 - Pancada: Os maluquinhos na televisão (1991)
#28 - Dom Caveira: Um muito vivo (1994)
#40 - Dom Caveira: Esses velhinhos são de morte (1994)
#55 - Dom Caveira: A emprega da viúva (1994)
#60 - Chaveco: A rifa (1995)
#129 - Chaveco: O golpe do baú (1992)
#136 - Chaveco: Bandido por acaso (1995)
#137 - Cidadão Gómez: Meu padrinho predileto (1994)
#141 - Chaveco: O casamento (1994)
#144 - Chaveco: Fugindo da polícia (1994)
#146 - Chaveco: Ora, bola! (1992)
#149 - Chaveco: Parabéns a você nesta data, querido (1993)
#154 - Chaveco: O hábito não faz a monja (1993)

- A música tema:

Aí vem o...
Chaves, Chaves, Chaves
Você não pode perder
Vai conhecer novos amigos
É o Clube do Chaves na TV
Aí vem o Chaves, Chaves, Chaves
Clube do Chaves!

Foi composta por Mário Lúcio de Freitas, que também foi quem cuidou da dublagem exibida na exibição.

- Há várias controvérsias sobre a audiência dos programas no SBT. Não se tem a mesma audiência da era clássica de Chaves e Chapolin, mas o ibope em si não é mal. No primeiro dia de exibição (em 02/06/2001), a audiência da tarde foi a seguinte:
13h24 Clube do Chaves 13
14h17 Mortal Kombat 10
15h19 Clube do Chaves 8
15h34 Guardiães da Eternidade 8
16h24 Clube do Chaves 6
16h39 Vingança Ilimitada 5
17h30 Clube do Chaves 7
17h45 Crusade 6
18h33 Clube do Chaves 8

    O primeiro bloco, exibido ás 13h24, o programa ficou em primeiro lugar. Nos outros blocos, ficaram entre segundo e terceiro. Mas sempre teve pelo menos o terceiro lugar garantido (perdendo pro Raul Gil e pro Luciano Hulk).
    Na madrugadas de 2006, 2007 e 2008, a audiência foi satisfatória para um tapa buraco da madrugada. Como podemos ver nessa matéria do "ohaYo!": http://www2.uol.com.br/ohayo/v2.0/eventos/materias/maio30_clubedochaves.shtml

    Algo muito inusitado.
    Nas exibições de 2017, os quadros do Dr. Chapatin, Chaveco, Pancada, Dom Caveira, eram exibidos somente nas quintas, por SP, e às vezes, a audiência chegava a ser boa. A seguir, os índices de toda a exibição:

Audiência do Clube do Chaves de 05/01/17: 8,1 - Esquetes "Comendo e padecendo" e "Televisão de segunda mão".
Audiência do Clube do Chaves de 12/01/17: 8,2 - Esquetes "Façam seu jogo, senhores!", "Uma paixão meio esquisita" e "Pancada 3x4".
Audiência do Clube do Chaves de 12/01/17: 7,7 - Esquetes "Caiu na rede, é peixe!" e "Uma janela mais do que indiscreta".
Audiência do Clube do Chaves de 26/01/17: 8,7 - Esquete "Um morto muito vivo", de duração de 20 minutos, do personagem Dom Caveira.
Audiência do Clube do Chaves de 02/02/17: 8,1 - Esquete "A viúva alegre, digo... muito alegre", de duração de 20 minutos, do personagem Dom Caveira.
Audiência do Clube do Chaves de 09/02/17: 6,2 - Esquetes "Os maluquinhos vendem flores" e "Paciente com dor nos rins".
Audiência do Clube do Chaves de 16/02/17: 7,3 - Esquete "Fugindo da polícia", de duração de 20 minutos, do personagem Chaveco.
Audiência do Clube do Chaves de 23/02/17: 5,7 - Esquetes "Baile a fantasia, digo, barraco a fantasia" e "Médico bom pra cachorro".
Audiência do Clube do Chaves de 02/03/17: 7,3 - Esquetes "O consumista" e "Loucademia Brasileira de Letras".
Audiência do Clube do Chaves de 09/03/17: 7,1 - Esquetes "Operação caça-doentes" e "O julgamento".
Audiência do Clube do Chaves de 16/03/17: 6,3 - Esquetes "Ora, bola!" e "Uma tristeza de assalto".
Audiência do Clube do Chaves de 13/04/17: 7,0 - Esquetes "O guarda-chuva vai cantar" e "Luz, câmera e confusão!".
Audiência do Clube do Chaves de 20/04/17: 7,0 - Esquete "Alô, quem fala?", inédito de duração de 20 minutos, do personagem Chaveco.
Audiência do Clube do Chaves de 27/04/17: 6,3 - Esquetes "Encomenda especial" e "O ás no volante".
Audiência do Clube do Chaves de 04/05/17: 6,2 - Esquetes "Cirurgiões ou trapalhões?" e "Quem sou eu? Quem é você?".
Audiência do Clube do Chaves de 11/05/17: 6,3 - Esquetes "O depósito" e "Ventríloquos ou ventriloucos?".
Audiência do Clube do Chaves de 18/05/17: 6,6 - Esquetes "Uma secretária boa, digo... uma boa secretária" e "Atentado ao pudor".
Audiência do Clube do Chaves de 25/05/17: 6,0 - Esquetes "Uma queixa sem pé nem cabeça, digo... sem palmilha" e "Um pecado original... digo... um crime original".
Audiência do Clube do Chaves de 01/06/17: 6,4 - Esquetes "O boxeador" e "Espelho, espelho meu".
. O programa saiu do ar no SBT em 4 de maio de 2002, com a exibição de "A prova de aritmética" (1979), da era clássica.

    O sucesso da exibição do "Clube do Chaves" no SBT realmente não foi como o esperado. Nossa opinião sobre o porquê disso:

   A principal razão do fracasso, foi o jeito que o SBT exibiu, com total desordem e dando destaque ao Chaves e Chapolin, que estavam sinceramente decadentes na época.

  Na época, o SBT tratava aquilo como: "Novos episódios do Chaves", já que na verdade, era uma continuação/spin off de Chaves e Chapolin, com o personagem Chaveco como carro-chefe.
O destaque desnecessário que deram ao Chaves e Chapolin, foi muito ruim. Deu um choque nos fãs, que até dá pra se compreender, imagine a pessoa ter assistido um episódio dos anos 70 numa sexta, com ótima dublagem MAGA, com interpretação ótima dos atores, e com uma versão boa de um certo roteiro, aí chega no sábado, e ela assiste um episódio dos anos 90, com dublagem contraditória do Chaves by Gota Mágica, com interpretação esquisita de alguns atores, e com uma versão extremamente cansativa da maioria dos roteiros. Claro, o costume conta, mas uma mudança radical dessa, afetou e muito.

Algo que o Cassiano Ricardo disse na Revista Herói, o público e o SBT demoraram a entender:

E você acha que os fãs vão aprovar o seu trabalho?
Eles se acostumam. Não tenho nenhum dado disso, tudo bem que o Chaves mesmo ficou bem diferente, mas essa nova fase não vai substituir a antiga. Mesmo porque Chaves é pouca coisa dessa leva. Quem quiser ver mesmo, vai continuar assistindo às reprises.

    Os esquetes do Chaves na época, junto com sua dublagem da Gota Mágica, eram decadentes demais. As estórias e gravações da época, eram extremamente fracas, só alguns esquetes da escolinha conseguiam salvar um pouquinho, mas de resto, não ajudava.

    Sobre a dublagem de Chaves, salvava as excelentes vozes dos clássicos Osmiro Campos, Marta Volpiani, Helena Samara e Cecília Lemes, e das vozes novas César Leitão (no Senhor Barriga) e Mário Lúcio de Freitas.

    A voz do Cassiano Ricardo (que esteve em 33 esquetes do Chaves), combinou com o jeito que o Chespirito estava na época interpretando o Chaves, mas isso não é necessariamente bom... Já que os dois, Chespirito e Cassiano Ricardo, fizeram interpretações decadentes. Alguns episódios, o Cassiano foi bom e assistível, e em outros, foi ruim. O que explica isso, é que no começo, ele seguiu um tom bom, parecido com o Gastaldi em alguns momento (peguem como exemplo o esquete "Jaiminho desafia Seu Barriga"), mas o Cassiano, com uma falha entendível, dublou o Chaves de um tom próprio e mais natural, pois percebeu que seria muito pouco Chaves pra dublar.

    César Leitão foi bom no Senhor Barriga, mas não combinou em nada no Nhonho. O Jorge Alex no Jaiminho, foi duvidoso, já que ele interpretava bem diferente do Older Cazarré, com uma interpretação cansada ao extremo, não se sabe se foi pra combinar com a interpretação do Raul na época, ou se o Jorge foi ruim mesmo.

    Em Chapolin, a dublagem foi muito boa. Mas acho que o que decepcionou o público, foi as gravações. Com o herói mais gordo, e com alta quantidade de remakes.

    Sem contar a desordem, que foi total. Compraram 194 episódios, e exibiram apenas os esquetes, desmontando os programas, e deixando as partes destaques do programa de fora. EX: sagas e episódios de 40 minutos do Chaveco, que foram muitos.

    O horário também não ajudou, ao contrário, atrapalhou. Eram exibidos aos sábados de tarde, em blocos divididos. Se você quisesse assistir o Clube, você tinha que ficar ligado no SBT durante a tarde toda, senão já era, você perdia.

    O ideal seria o SBT exibir as séries no horário nobre, na faixa das 19h/20h, do mesmo jeito que a CNT fez. O que seria interessante, pois daria pra exibir numa boa os episódios nas durações originais: 40 minutos. E talvez, segunda á sexta seria ótima, já que era o habitual das séries.

    Enfim, lamentável o tratamento do SBT pelo programa. O que nos salvou, foi o canal TLN, que fez a gente descobrir e entender mais a série e sua dublagem. Que falaremos nas próximas atualizações.
Aguardem e confiem!

Comparação: expectativas x realidades - dublagem SDVC

    Hoje eu farei uma comparação da expectativa dos fãs, antes de chegar a dublagem SDVC. Ficou diferente da realidade, em partes, mas algumas coisas da expectativa aconteceram. As expectativas em negrito, as realidades e comentários em vermelho.

Vamos lá...

1. O retorno de Nelson Machado e Carlos Seidl em Carlos Villagrán e Ramón Valdés
Uma dublagem de CH sem eles não dá, de boa! E acredito que agora, eles finalmente poderão participar dessa nova dublagem em questão.

Pois sim, tivemos Nelson Machado e Carlos Seidl nessa dublagem. Expectativa concluída!

2. Bgm's de fundo e sonorização
Se querem usar as bgm's MAGA tudo bem, mas façam isso não realizando download da Internet, mas sim as adquirindo mesmo, como bem sugeriu o usuário Bruno (Samppa, usuário do Fórum Chaves). Seria legal se usarem as bgm's do Mário Lúcio de Freitas, caso consigam.

Apesar dos problemas da sonorização, por parte de Eduardo Gouvea, conseguiram resgatar 100 BGMs da Maga. As BGMs de Mário Lúcio de Freitas não foram compradas pela Globosat. Expectativa (mais ou menos) concluída!

3. O lote de ''1992'' (4º lote de dublagem da MAGA) como espelho
Como já bem disse alguns membros, este lote é o que mais se aproxima das dublagens atualmente realizadas em vários fatores. Acho que seria bem interessante o usar como espelho para a nova dublagem.

O lote de 1992 não foi usado de espelho para a SDVC. Parece ter sido mais o lote de 84/90 usados como espelho (mais o de 90 na verdade). As dublagens lembram muito mais o lote de 90. Expectativa não-concluída...

4. Permanência de certos dubladores da época MAGA
Os dubladores Élcio Sodré e Hélio Vaccari foram escolhas da MAGA para Horácio Gómez Bolaños e Raúl ''Chato'' Padilla no lote de 1992, e acho que combinaram muito bem nos atores. Acharia bem legal ter eles de volta nesses dois atores.

Élcio Sodré acabou substituído por Alexandre Marconatto, que é o espírito de Silton Cardoso em voz. Raúl Padilla não aparece nos inéditos, no caso de Chespirito aparecer, não há suposições sobre qual dublador será usado. Expectativa não-concluída...

5. Estúdio de dublagem
Eu gostaria muito que a dublagem fosse feita na Unidub, de São Paulo. É atualmente, o melhor estúdio de dublagem que conheço, sem dúvidas. Um cuidado e capricho tremendo eles tem lá na dublagem das produções que lhe são enviadas. E teríamos todos os dubladores de volta, inclusive Nelson Machado, que faz dublagens vez ou outra na Unidub.

Bom, parte do elenco dubla na Unidub. Lá temos Nelson, Seidl, Cecília, Sandra, Alexandre, Mauro, Isaura e Marta. Na SDVC dublam somente Daniel e Gustavo, além da mixagem final, que é feita lá. Expectativa (mais ou menos) concluída!

6. Direção de dublagem
Sugiro para a direção da dublagem alguns dos seguintes dubladores: Wellington Lima, Alfredo Rollo, Wendel Bezerra ou Robson Kumode. São excelentes diretores de dublagem paulistas e sempre tem um tremendo capricho, cuidado e atenção na dublagem das produções.

O diretor de dublagem foi Peterson Adriano, o mesmo que dirigiu na RioSound. Fiquei sabendo que a Sandra também já dirigiu alguns. Seria bom uma direção de Nelson Machado, mas agora já foi. Expectativa não-concluída...

7. Os novos dubladores

Para Chespirito, eu gostaria que o estúdio de dublagem escolhido abri-se teste para novos dubladores. Seria legal chamar o Rocky Silva, que para mim foi a voz que mais se aproximou de Marcelo Gastaldi até hoje, mas não sei se ele é ator e dublador profissional já:

O chamado para a dublagem de Chespirito acabou sendo Daniel Muller (leia Miller), que está arrebentando, sinceramente. O dublador mais elogiado e um mega-acerto! Expectativa não concluída...

Para Rubén Aguirre, a voz do dublador Leonardo Camillo combina muito com o mesmo. Inclusive, para quem não sabe, Osmiro Campos já substituiu o mesmo na dublagem dos famosos ''desenhos desanimados da Marvel'' feita nos estúdios da Marshmallow:

Quem apareceu nas novas dublagens na voz de Rubén Aguirre foi Mauro Ramos. Bem semelhante ao Potiguara em voz e ao Osmiro em atuação. Expectativa não-concluída...

Para Angelines Fernández, acho que seria interessante um teste com Gessy Fonseca e Maximira Figueiredo. Para mim, seria muito bom ouvir a voz das mesmas em Angelines Fernández.

Isaura Gomes, que tinha feito a Anabel Gutiérrez em Chespirito na BKS, está fazendo um ótimo trabalho como Angelines. Expectativa não-concluída...

Para Edgar Vivar, não me vem nenhum nome em mente. Entretanto, Carlos Campannile que é um excelente dublador já dublou o ator no especial do canal Bio Channel e ficou bem legal. Quem sabe ele não faz uma boa dublagem do mesmo nas séries? Acho válido um teste.

Edgar ficou com a voz de Gustavo Berriel, que está fazendo por merecer e já tinha feito na RioSound em 2012/2013. Expectativa não-concluída...

Sobre as escalações de Sandra Mara Azevedo / Cecília Lemes e Marta Volpiani em Maria Antonieta de Las Nieves e Florinda Meza acho que nem preciso comentar, bem difícil que elas não participem da nova dublagem. Sendo a Sandra ou a Cecília na Maria qualquer uma das duas para mim já está de bom tamanho.

Já era MUITO esperado, mas não se sabia quem faria a Maria Antonieta de las Nieves, mas o Multishow optou pelas duas, em uma divisão (pouco justa para a Cecília em Chapolin). Expectativa concluída!

Sobre os títulos dos episódios, acho que poderiam ser narrados nas aberturas mesmo, e queria que no caso de Chapolin segui-se o que a MAGA fazia geralmente: só traduzia os títulos originais, adaptando algumas poucas coisas.

Os títulos do Chapolin acabaram narrados no início dos episódios. Um erro da SDVC, mas que não interfere em muita coisa. Expectativa não-concluída...

Também esperaria um cuidado na adaptação do nome dos personagens. Por mim, poderiam deixar ''Beterraba'' mesmo no Chompiras. Também atenção ao nome de alguns personagens principalmente em Chapolin, como Botija, Monchito, Professor Inventillo, etc.

O Chompiras ficou com seu nome original (os tradutores apoiaram a decisão). Os demais devem ficar com o nome da Maga. Expectativa (mais ou menos) concluída!

    Expectativas concluídas: 2
    Expectativas (mais ou menos) concluídas: 3
    Expectativas não-concluídas: 8

sexta-feira, 31 de agosto de 2018

Teoria dos fãs: O SBT não enviou todo o material da Maga para a Televisa?

    Após as exibições das temporadas de 1973 e 1974 de Chapolin pela Multishow, uma teoria começou a rondar pela cabeça de todos que estão acompanhando as exibições: será que o SBT realmente enviou todo o material dublado pela Maga à Televisa?

    As teorias começaram a aparecer quando a Multishow exibiu essas duas temporadas e não apareceu nada de inédito da Maga, fora o programa 5 do Chapolin (A explosão). Os fãs começaram a teorizar: teria o SBT deixado de enviar os episódios semelhantes para a Televisa, enviando só o que estava editado para exibição em 2013.

    Essa foi a minha teoria:

Em 2003, depois da remasterização e organização "definitiva" de Chaves e Chapolin, o SBT enviou de volta para a Televisa o material que haviam recebido entre 1983 e 1991. A partir dali, a Televisa seria livre para usar daquele material em suas produções, como VHS e DVDs (como o da Imagem Filmes, que continha dois perdidos). Eles utilizaram das dublagens onde quiseram (como Bagunça desorganizada em reportagem ou Uma epidemia de pintores no site do Chespirito). Em 2010 começaram as exibições na TV fechada, e estas exibições vinham com inéditos e alguns semelhantes vazados, liberados mais cedo.

Em 2011, quando o SBT decidiu exibir os semelhantes, propôs um pacto à Televisa. Nele, ela reenviaria alguns episódios que o SBT não tinha mais em seu acervo e eles teriam acesso exclusivo aos semelhantes e aos inéditos comprados posteriormente durante três anos. Nesses três anos, essas dublagens não poderiam ser distribuídas em nenhum meio de comunicação a não ser os do próprio SBT. Em 2015 a Televisa teria licença para usar desse material quando quisesse.

O SBT usou desse material durante os três anos (2012 em Chaves, 2013 em Chapolin e 2014 e início de 2015 em Chaves de novo), e depois dali a Televisa pediu novamente todo o material utilizado entre 2012 e 2015. O SBT, desorganizado como sempre, enviou o material editado para exibição, com cortes na abertura e em alguns episódios, deixando apenas episódio (remasterizado em 2003, com algumas cópias novas da Televisa) e créditos, além de faltarem alguns episódios, além de faltarem alguns episódios (atualmente redublados ou quase-redublados pela SDVC). Quando a Televisa fizesse contrato com alguma empresa (que acabou sendo a Globosat), seria enviado o material que eles receberam do SBT mais recentemente, ao invés de vasculhar os arquivos mais antigos. Nisso, a Globosat comprou os episódios semelhantes e inéditos e eles vieram com a mesma edição de 2013, mais a inclusão das esquetes, que não foram exibidas na época.

A teoria se confirma mas ainda com o fato de que a Multishow não recebeu alguns episódios com dublagem comprovada (Para fugir da prisão e Carateca), que não foram enviados pelo SBT em 2015.

    Eu posso estar falando abobrinha, mas faz um (pequeno) sentido... digam o que acharam.

quinta-feira, 30 de agosto de 2018

Som de Vera Cruz: RioSound melhorada?

    Depois de ver o episódio de ontem, pude tirar uma conclusão: a Som de Vera Cruz veio para corrigir os erros da RioSound.

Primeiro erro corrigido: A inclusão de Nelson Machado e Carlos Seidl no elenco.
    É praticamente impossível falar de erros da RioSound sem mencionar as escalações de substitutos para dubladores vivos que estavam em atividade.
    O SBT não quis pagar o que Nelson e Carlos mereciam e eles saíram das dublagens. Em seus lugares: Vinicius Souza (no Quico), Flávio Beck (no Villagrán de cara limpa) e Marco Moreira (no Seu Madruga).
    Na Som de Vera Cruz, o Multishow recontratou os dois, que não estão decepcionando nem um pouco. Um pouquinho roucos, mas a interpretação de ouro.

Segundo erro corrigido: BGMs na mesma qualidade que vozes e claques.
    Outro erro que ACABOU com a RioSound foram as BGMs com qualidade de YouTube. Na dublagem Som de Vera Cruz as BGMs estão tinindo de tão cristalinas.
    Na época das dublagens, Eduardo Gouvea, sonorizador do projeto, disse que o trabalho foi enviado assim, e que a merda aconteceu lá dentro.

Terceiro erro corrigido: Substitutos à altura para os falecidos.
    Beatriz Loureiro, embora fosse gente boa (de acordo com o Berriel), não era a pessoa certa para a Dona Clotilde. Sua voz tinha um sotaque carregado demais (e ela é carioca). E ela seria chamada para as novas dublagens, mas adoeceu e não pôde dublar. Dessa forma, a escolhida foi Isaura Gomes, que substituiu Helena Samara à altura.
    De 2013 pra cá, Osmiro Campos e Silton Cardoso faleceram. Dessa forma, os seus substitutos foram Mauro Ramos e Alexandre Marconatto. Mauro tem a voz parecida com a de Potiguara Lopes, e Alexandre Marconatto é a voz de Silton purinha. Três substitutos à altura para os falecidos.

    Além de muitos outros que podem ser corrigidos e deixarem melhor ainda. Em breve, um novo texto para o caso de haverem novas melhorias.

terça-feira, 21 de agosto de 2018

Episódios de CH no YouTube!

    Eu tenho um canal com bastante episódios de CH no YouTube. Temos trabalhos da Maga, Som de Vera Cruz e alguns da Gota Mágica também! Grande parte dos inéditos já foi postada. Também tem áudios SDVC remasterizados pelo Bruno Ferreira.

    Mas em breve haverão novidades, porque fiz parceria com o canal TSB PLAY e a partir dessa semana, vamos postar áudios remasterizados por ele, e com reverb para que fique mais semelhante à MAGA. Os episódios estarão no canal dele, com logos e áudio remasterizado, e dois dias depois estarão no meu, com o mesmo áudio que o dele, mas sem logo nenhuma! Imperdível, não é? Se inscrevam para receberem mais vídeos.

    Acesse o meu canal clicando aqui!
    Acesse o canal TSB PLAY clicando aqui!

Teoria: Ainda existem episódios inéditos com dublagem Maga?

    Todos sabemos que o Multishow comprou Chaves e Chapolin e está dublando episódios inéditos. No entanto, os fãs esperavam muitos inéditos...